home > Notícias

Notícias

Discurso do presidente Rouhani na ONU e a questão dos direitos humanos

25/9/2013 15:23:16

 

NOVA IORQUE, 25 de setembro de 2013, (BWNS) – Tendo ouvido o discurso do presidente iraniano Hassan Rouhani às Nações Unidas hoje, o mundo estará observando de que modo, além de seu pedido geral por esperança e moderação ao redor do mundo, ele tratará da questão essencial dos direitos humanos no Irã.

A Comunidade Internacional Bahá’í aguarda ansiosamente para ver que medidas práticas o presidente Rouhani e seu governo tomarão para tratar das violações de direitos humanos no Irã enfrentadas pelas minorias étnicas e religiosas, incluindo os bahá’ís, a maior minoria religiosa não muçulmana, bem como outros setores da população iraniana.

“Em particular, temos a esperança de que o presidente Rouhani tome medidas para garantir aos bahá’ís seus plenos direitos como cidadãos iranianos”, disse Bani Dugal, a principal representante da Comunidade Internacional Bahá’í.

“Um primeiro passo seria revogar as provisões do memorando secreto de 1991, emitido pelo Supremo Conselho Cultural Revolucionário e assinado pelo Supremo Líder Ayatollah Khamenei. Esse documento determina que os bahá’ís sejam tratados de tal modo que ‘seu progresso e desenvolvimento sejam bloqueados’ e estabelece políticas com o intuito de eliminar a comunidade Bahá’í como entidade viável no Irã.

Por mais de 30 anos, a República Islâmica do Irã vem perseguindo sistematicamente os bahá’ís unicamente por causa de suas crenças religiosas, as quais promovem paz e obediência à lei, e não apresentam qualquer ameaça para o governo.

Uma prova decisiva das suas verdadeiras intenções é, portanto, se o presidente começará a libertar os 115 bahá’ís atualmente presos no Irã, todos injustamente mantidos sob acusações falsas ou forjadas”, disse a Sra. Dugal.


Início